quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O dia mais incrível da minha vida!

Minha pequenina linda, 

A madrugada que antecedeu o seu nascimento foi tranquila, mais do que eu esperava. Achei que estaria muito nervosa mas Deus ouviu minhas orações e acalmou o meu coração. Procurei focar os meu pensamentos sempre em curtir uma coisa de cada vez. Então não fiquei pensando na cirurgia e em como as coisas aconteceriam. Apenas pensei no que eu estava vivendo agora. Acho que isso foi ótimo pq eu estava tranquila, claro que nervosa por tudo que estava por acontecer. 

Amanheceu o despertador tocou as 5:30 da manhã. Meu coração gelou quando percebi que já tinha chegado o grande dia. As coisas já estavam todas arrumadas, então foi só vestir a roupa, fazer uma maquiagem e seguir em frente. Quando estava pronta pedi seu pai para fazer uma oração comigo. Na verdade meu coração estava apertado de mais e que já não estava aguentando segurar as lágrimas. Fizemos uma oração sentados na cama, seu pai me abraçou e me deu um beijo na testa. "Vai dar tudo certo amor..." foi o que ele disse com carinho. Apenas balancei a cabeça afirmativamente, enxuguei as lágrimas, retribui o sorriso do seu pai e me levantei. Eu já estava pronta. Logo a Gizele chegou e então estávamos todos prontos para sair. Claro que antes uma foto pra registrar esse momento. 



Nossa família nunca mais será a mesma depois dessa manhã. Nos últimos 8 anos só tínhamos um ao outro. Sempre foi só nós dois, pra tudo nessa vida, nós sempre contamos um com o outro. E agora estamos saindo de casa os dois e voltaremos nós três. E será assim para o resto das nossas vidas, vc sempre estará presente. 

Saímos as 5:30 da manhã, malas no carro fomos a caminho do hospital. No caminho, mais um presente de Deus, o nascer do sol bem na nossa frente, como que iluminando a sua chegada. A estrada estava linda d+. O sol não só iluminava a paisagem como todo o meu coração. Na hora fiz uma oração agradecendo a Deus, sei que isso foi um mimo de Deus pra mim, eu adoro o sol e especialmente nessa manhã foi muito marcante. A luz dourada deu um brilho especial ao momento que estávamos vivendo. Foi incrível o carinho de Deus comigo, era como se pudesse senti-lo me abraçando e me envolvendo com os raios de sol dourados. Nas fotos não dá pra refletir a beleza do momento. Mas mesmo assim tentei registrar.











As 6:00 da manhã já estávamos no hospital dando entrada na minha internação. O parto já estava todo autorizado pelo plano de saúde mas mesmo assim demorou um pouco com toda a papelada. Essas coisas são assim mesmo. Enquanto eu, seu pai e a Gizele esperávamos os documentos víamos outras gravidas chegando para dar a luz. Algumas bem outras piores, esse tempo só aumenta a expectativa. Para descontrair a Gizele tirou algumas fotos. 





As 7:13h da manhã nós já estávamos no quarto. Ficamos no quarto 210 do segundo andar do Hospital das Clínicas de Brasília, localizado na 710 Sul.


Nessa hora meu coração começou a apertar e não dava pra parar de pensar que a grande hora estava chegando. Porém sempre na minha mente a frase que me acalmava: Uma coisa de cada vez, uma coisa de cada vez...



A enfermeira pediu para trocar de roupa e me preparar para ir para o centro cirúrgico. A hora estava mesmo chegando....





Não dá pra esperar mais, está tudo pronto, hora de ir para o centro cirúrgico. Seu pai e a Gizele me acompanharam até lá. Han, eu nem te contei que o Valber veio te ver né? Pois é, ele a Maga e as meninas chegaram bem cedo. Nem tenho como agradecer ao Valber por eles terem vindo. Ele é sempre tão presente na minha vida, não seria agora que ele faltaria né? Mas infelizmente eles não puderam subir antes que eu entrasse no centro cirúrgico. Ficaram todos lá em baixo no hospital torcendo por nós.

Chegou a tão esperada hora. A enfermeira veio me buscar com a maca e lá vamos nós! Meu coração estava acelerado e minhas mãos tremendo. Um frio na minha barriga e um só pensamento: Uma coisa de cada vez! Pedi a Deus mais uma vez que tudo desse certo conosco e que Ele cuidasse de nós naquela hora. Saímos pelo corredor da maternidade rumo ao centro cirúrgico, lembro de reclamar dizendo que era muito ruim andar naquela maca. Eu queria ir andando, dona da situação, hehehe.



Um momento eternizado, que nervosismo!!!



Uma foto no elevador.


E mais uma na porta do centro cirúrgico, essa foi minha última foto gravida. Depois desse momento eu nunca mais seria a mesma. Essa foi sim a ultima foto de uma fase incrível e espetacular, nunca mais serei aquela mulher, agora serei apenas mãe. Tudo novo esta por vir, novas experiencias, novas emoções, novas sensações, novas atitudes, uma nova mulher está para nascer. Eu mãe, e agora?


Seu pai ficou esperando na porta do centro cirúrgico enquanto eu e a Gizele nos preparávamos para a sua chegada. Um homem espetacular, um marido incrível, cheio de anciedades e temores nessa hora. Pai, e agora?
   

O homem mais importante da minha vida me deu o presente mais importante que eu poderia receber. Filhinha, venha com muita saúde e graça. Que o Papai do céu te cubra de bençãos e unção. Vc é muito amada e esperada por todos nós.


Te amamos muito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário