quarta-feira, 18 de maio de 2011

Cadê as malas????

Filhinha,

Chegamos exaustos ao Brasil, a viagem de volta foi bem cansativa e não via a hora de reencontrar a minha cama... heheh Chegamos umas 5 horas da manhã no aeroporto de Brasília. Estávamos esperando as malas na esteira quando seu pai foi chamado pelo sistema de áudio do aeroporto. Resultado, nossas malas não chegaram. As nossas e de quase ninguém. Nenhuma mala se quer. Nem acreditei! Depois de mais de uma hora com protocolos e assinaturas, conseguimos sair do aeroporto apenas com a bagagem de mão. Como sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, ficamos imaginando que isso realmente foi até bom pra gente. Pq as nossas malas eram muito grandes e acho que se estivéssemos com elas, seriamos parados na alfândega. Nós realmente não ultrapassamos a nossa cota de 500 dólares por pessoa, mas de qualquer forma acho que evitamos um aborrecimento logo pela manhã.

Fomos pra casa, cansados e sem mala! Dormi pela manhã e a tarde tive que voltar ao trabalho. Seu pai ficou em casa descansando pois no outro dia ele teve que viajar a trabalho. Fiquei chateada por ele ter que viajar um dia depois da nossa chegada, mas tudo bem, precisamos de muito dinheiro pra pagar as contas dos EUA hehehe.

Levaram uns 3 dias para entregar nossa bagagem que chegou em casa sã e salva!


Foi aquela loucura pra abrir tudo e conferir se estava tudo certo, se estava faltando alguma coisa ou se tinha algum brinquedo quebrado. Tudo certo! Graças a Deus.

Os próximos dias não sai de dentro do seu quarto. Arrumei, desarrumei e arrumei tudo de novo não sei quantas vezes. Mas em fim, ficou tudo maravilhoso. Coube tudo no seu guarda roupa.




Olha quantos vestidinhos  e sapatinhos vc tem?
Vc vai andar como uma princesa!
Vc é minha princesa amada....



Organizei as roupas na gaveta da cômoda por tamanho. Cada gaveta uma idade...

Recém Nascida


0 a 3 meses


3 a 6 meses


6 a 9 meses e 9 a 12 meses


Agora está quase tudo pronto pra sua chegada. Ainda vou lavar e passar todas as suas roupinhas, só pra esperar vc.

Filha, vc é uma privilegiada por tudo isso que Deus nos deu. Essa semana eu estava conversando com meu pai, falando pra ele como o seu quarto está lindo. E ele me contou uma história bem interessante. Ele disse que quando eu nasci eu não tinha berço. Então ele amarrou no telhado da casa aonde eles moravam uma cestinha que era aonde eu dormia. Ele disse que quando eu chorava, ele da cama dele balançava a cestinha e eu parava de chorar.

Filha, eu tenho muito orgulho de poder te dar tudo que um dia eu nunca nem imaginei em ter. A minha vida e a do seu pai foi muito difícil até aqui e nós agradecemos muito a Deus por tudo que conquistamos. Mas filha, quero que vc saiba que nada do que vc tem ou terá um dia vale mais do que o amor que nós temos por vc. Espero que vc aprenda que o mais importante nessa vida não é "ter" e sim "ser".  Claro que eu quero que vc tenha as melhores coisas desse mundo, mas o que eu mais quero é que vc seja uma mulher de Deus, que seja caridosa, amorosa, que tenha fé na vida e em Deus, que seja bondosa com os que estão a sua volta. Filha, seja generosa com as pessoas. Pq as pessoas vão esquecer o que vc disse, elas vão esquecer o que vc fez, mas elas nunca vão esquecer como vc as fez sentir.

Lembre-se, vc e seu pai me fazem sentir a mulher mais realizada desse mundo. Isso eu jamais esquecerei.

Bjs

Te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário